domingo, 13 de agosto de 2017

Fritz Alt - "Do Barro ao Bronze"

Durante o 35º Festival de Dança de Joinville (jul/2017), o Projeto de Salvaguarda e Disseminação do Acervo Artístico "Do Barro ao Bronze" (de Pita Camargo e Joel Gehlen) foi exposto no Centreventos Cau Hansen.

Confira alguns registros:


Entenda mais sobre o projeto:

























quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Exposição de Mário no Circolo Italiano

Em março de 2017 aconteceu uma exposição de Mário Avancini no Circolo Italiano com algumas obras e ferramentas utilizadas em suas esculturas.
Confira algumas fotos da exposição:






Fotos de Jornei da Costa, tiradas em 08 de março de 2017.

sábado, 15 de julho de 2017

"Mário Avancini - Decifrando a Linguagem das Pedras"

Veja na íntegra o documentário "Mário Avancini - Decifrando a Linguagem das Pedras", sobre o grande escultor catarinense.



"Contar a história de Mário Avancini significa, na verdade, contar várias histórias: a do grande escultor de ascendência italiana que desenvolveu sua carreira em Joinville; a história da cidade, cujas ruas foram calçadas pelo escultor; a história da Casa da Cultura de Joinville, que teve Mário Avancini como professor; a história da importante obra do artista; a história de uma família da qual ele foi pai e avô. Por último, é abordar o vácuo deixado pela morte do escultor, tanto na cidade como na família. Este documentário se propõe a começar a contar estas histórias".

Direção de Luciano Coelho, produção de Chris Spode e Daniela Avancini, pesquisa de Juli Rossi, música original de Lausivan Corrêa, design gráfico de André Coelho, contribuição de pesquisa de Márcio Paloschi, entrevistas com Antonio Mir, Marcos Avancini, Margit Olsen, Marina Marina H. Medeiros Mosimann, Marli Silva Avancini e Nadja De Carvalho Lamas.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Abertura da Exposição de Mário Avancini

(clique para ampliar) 

No dia 14 de junho de 2017 aconteceu a abertura da exposição "O homem que via as pedras com o coração", do artista Mário Avancini na Câmara de Vereadores de Joinville. A exposição vai até dia 14 de julho.

"Cabeça de Índio"

"A Poética da Pedra
Na vida do escultor Mário Avancini, a pedra, ao ser talhada, ocupa um lugar de distinção expressando simbolicamente a ligação entre a liberdade de criação e a servidão. O artista conhecia profundamente o ofício, se a pedra sangrava sob a ação do corte ou se o olhar apurado desnudava formas, dizia ele, já estarem contidas em seu interior. Ao transformar a pedra bruta com suas ponteiras ele se enobrece e se ilumina. O calcário que sofreu a pressão do tempo transformando-se em mármore, é agora suporte e meio de expressão criadora do artista, que com maestria cria sua poética. Com a força do trabalho e alma sensível, o operário revela-se artista deixando-nos um legado precioso. 

A sua poética evidencia um pensamento tridimensional consistente e sensível, as formas e o volume vão se transformando entre suaves contorções, contrastes de texturas, que se modelam com delicadeza. A pedra dura se deixa modelar, como se fora maleável. Nas mãos do “seu Mário”, o gesto de esculpir era também o de revelar o humano, a semente ou o fogo. 

Mário Avancini teve também um papel político na vida artística da cidade, foi um dos nomes que juntamente com outros importantes artistas de Joinville, protagonizaram um movimento histórico na década de 70 para a criação do Museu de Arte de Joinville".

Nadja de Carvalho Lamas
Letícia Coneglian Mognol
Curadoras

Confira algumas fotos da abertura da expo:

Ferramentas utilizadas por Mário Avancini




Obras presentes na exposição:
 Cabeça de Índio
Mão em reza
Mão em figa
Mão com pessoa
Dorso
Figura sentada – aconchego
Obra inacabada
Chama da liberdade
Ecologia (abstrato) ou semente
Caixa de Ferramentas do artista


Daniela Avancini, neta de Mário, fazendo o discurso de abertura da exposição.

Nadja de Carvalho Lamas e Letícia Mognol, curadoras da exposição



  
  

  
  




Fotos de Daniela Avancini

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Expo de Mário Avancini

Visite a exposição de Mário Avancini - "O Homem que via as Pedras com o Coração", na Câmara de Vereadores de Joinville.
A exposição vai até o dia 2 de julho de 2017.


sexta-feira, 16 de junho de 2017

Fotos inéditas de Fritz Alt

Estas fotos foram postadas no Grupo do Facebook "Joinville de Ontem" e pertencem ao acervo da neta de Fritz Alt, Léa Alt Lovisi.
Confira!

Será que ele estava esculpindo o Monumento ao Dr. João Colin?

Fritz Alt sentado em um banco que ainda existe no Museu Casa Fritz Alt (sua antiga residência, situado no Bairro Boa Vista), tendo como plano de fundo uma Joinville mais pacata. Linda lembrança postada por sua neta no grupo "Joinville de Ontem" no Facebook.
Fritz Alt e a neta Léa Alt Lovisi

Fritz e busto

Segundo sua neta, Fritz em momento raro - de terno e gravata

Fritz e sua esposa Léa Alt

Escultura em bronze que pertence ao filho de Léa Alt. Há uma versão em gesso desta escultura no "O Sebo Livraria" na rua João Colin aqui em Joinville.

Conheça mais sobre Fritz Alt clicando AQUI.